Metade da minha laranja

Quem nunca escutou aquela frase: … buscar a metade da laranja…
Passamos anos e anos acreditando que devemos ir em busca de alguém que nos complete!

Pensa, então é sinal que não sou completa!!! Ah Patricia… mas eu não penso assim!
Mas suas ações estão de acordo com seu pensamento ou você está sempre preocupada com o que vão pensar e preocupada em agradar o outro, e sempre se questiona: Por que isso aconteceu comigo?
Pessoas com autoestima elevada e donas da suas escolhas, são dotadas de uma fala completamente diferente!

Veja se faz sentido para você:
O que o outro pensa, fala e a forma como age, é problema dele; o seu está em saber o que fazer com isso! Resumindo, não temos gerência com nada do outro e a nossa percepção é baseada nas nossas experiências e crenças!
Já fui vítima, aliás por muito tempo, eu não entendia e logo, não percebia que eu tinha algum ganho em me ver como a vítima, depois, no segundo relacionamento para manter esse padrão, a verdade que eu contava para mim mesma era: eu abri minha casa, ajudei a pessoa… e por aí vai… vítima! Ocorre que todas as opções e escolhas foram minhas!! Se eu permiti, foi simplesmente por colocar o outro em primeiro lugar!!!

Concorda que nós sempre escutamos que devemos ser boazinhas, compreensivas, carinhosas, parceiras… e Blá, Blá, Blá … aquele famoso tem que isso, tem que aquilo… e esquecem, com muito amor, de te ensinar que precisamos nos valorizar, saber exatamente o que você quer, aonde quer ir, pois só dessa forma você vai ser uma pessoa cada vez melhor!

A felicidade que tanto buscamos encontrar na parceria com os outros, nas compras que fazemos, na busca exterior está dentro de nós!
É normal desejar um relacionamento, parceria, estar com alguém … mas se você não estiver bem, ciente de todos os seus recursos o ciclo dos relacionamentos fracassados vai se repetir. Aquele famoso dedo podre, já parou para pensar, por que vc só está atraindo gente “errada” ? Simples, provavelmente porque vc está aceitando qualquer coisa!

Já experimentou ficar um tempo com você mesma? Se amar, se conhecer, ter certeza e clareza de suas prioridades? Isso é libertador!!
Dizer não para relações que te vampirizam é dizer sim para você! Afinal, nós somos responsáveis por isso.

Quando temos consciência que sobrevivemos sozinhas muito bem, fica fácil; e, gostar do outro mas entender que não precisamos do outro te empodera!
Se amar em primeiro lugar não é egoísmo, mas autoestima 😘
Se você deseja desenvolver sua autoestima, investir em autoconhecimento estou preparando uma live totalmente gratuita aonde vou abordar esses temas.

Escreve aqui embaixo eu quero, ou deixa seu comentário, estou morando em Portugal e preciso adequar o fuso!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s