Boarding Pass

Hoje, encontrei perdido na bolsa que cheguei, minha passagem, fiz “conexão” em Madri… literalmente me conectei com sentimentos que sempre tive: de dar significados às coisas!!!!

Sempre fui daquelas que guardava o primeiro papel do chocolate… a entrada do primeiro cinema… afinal, eu tinha meu primeiro caderno da escola… a fruta geralmente cai perto do pé… (Maurinha fofaaaa, ela me ensinou de certa forma a valorizar essas pequenas coisas.)

Quando comecei o processo interno, vou mudar de país, fui ressignificando várias coisas dentro de mim e fazendo uma limpeza geral!!!

A limpeza era dentro e fora de mim. Fotografava tudo que eu achava relevante (acúmulo digital tb conta) e sai jogando fora, vocês não tem noção dos anos de tralha cheia de significados!!! Tudo era importante… do tipo eu não poderia sobreviver sem… 

Comecei a analisar as pessoas que perdem tudo, elas não perdem a memória, pois o cheiro, as lembranças, o timming, está gravado em nós! Percebe? O negativo fotográfico está no seu cérebro e o melhor de tudo é que os comandos são seus, basta entender e aprender, a gente não vem com o controle emocional modelo avançado.

Mas não é simples assim, eu sei, primeiro de tudo, pois do contrário não acontece o milagre da transformação: 

Você, só você, que pode mudar e precisa querer muito, de verdade, resumindo, começa por dentro!!! Vai ter dia de querer jogar a toalha e desistir mas não faz isso!

Eu tinha noção que tinha muita coisa, mas era ok… zero me achava uma acumuladora muito menos ligadas às emoções, só que não!  Eu era uma MEGA acumuladora e adorava dar significado para as coisas que saia colocando depois dentro de caixas, acumuladora quase organizada!!! Rsrsrs 

Quando vi o Boarding Pass…. Veio aquele pensamento de gente fofa…

Ah!!! Olha que legal! Vai fazer seis meses!!! Isso é um motivo!!!

Aí tem a voz interna: parece um diabinho!!!

Guarda! imagina fazer depois um livrinho… Mostrar para seus netos… ( um dia, e eu vou babar!!!) mas volta pro texto Patty!

Começou um looping dentro de mim surreal!! Você já se viu assim?

Tudo bem! Não “tem” mal!!! ( acho fofo… nós brazucas falaríamos, não “faz” mal…)

Aprendi esse padrão de dar importância a esses detalhes, usei ele toda a minha vida até perceber e resolver mudar;  não existe certo ou errado! Pelo amor, nem me vem com o apego da síndrome de Gabriela: 

-Ah… eu sou assim e não vou mudar… muda o texto!!!

Aprendi que os resultados são diferentes mas o significado real, a MUDANÇA, aconteceu dentro de mim e isso, NINGUÉM e é LIBERTADOR!!!

Acho super fixe! Irado! Mara, TUDO…  a idéia de eternizar momentos, marcar datas, com certeza, é o fator externo que valida de certa forma e preenche vários outros significados que acreditamos, dependendo como aprendeu ao longo de sua existência, mas só você, sabe onde guardar e acessar, dentro de você, ninguém tem essa password.

Não resista às mudanças! Ressignifique experiências, busque alternativas que façam sentido para você. 

Não é porque você terminou um relacionamento que homem/mulher não presta… se você repetir padrão, vai atrair outro exatamente igual… com as mesmas características que você permitiu entrar na sua vida, afinal só “fazem”o que você permite.

Se hoje você come carne e o outro não… amanhã poderá ser você a mudar os hábitos … basta estar aberto a novas experiências  (Acho que já vi isso…)

Quem nunca disse nunca e já fez? Genteeee o diálogo é interno! Quem dá permissão é você, tá! Lembra que não existe “vitimazinha”…. 

Muita gente pode pensar… meu DEUS, isso tudo por causa de um papel, um boarding pass  que a outra encontrou… mas se você leu até aqui, é porque está fazendo sentido para você 🙂

Sabe, na verdade, eu queria mesmo fazer um convite para todo mundo:

Refletir sobre a limpeza que precisa fazer no seu hd mental, liste as coisas que você gostaria de mudar dentro de você, aproveita que está chegando o fim do ano, escreve tudo, entenda:

  •  Por que você quer isso? 
  • O que vai acontecer se você mudar?
  • O que vai acontecer se você não mudar?

Muitas vezes nossos sabotadores estão escondidos nos ganhos ou nas perdas e em geral não temos o hábito de investigar nossas emoções, reações e sentimentos.

Pega seu Boarding Pass mental e viaja para dentro de você mesmo, lembre-se sempre o que te motivou a fazer o movimento, quais  os seus sonhos, suas metas, suas transformações, seus aprendizados. 

Guarda todas as coisas que te fazem bem, que te ajudem a ser sua melhor versão, as coisas que não fizerem sentido e até mesmo as que não fazem mais sentido, aceite, agradeça e deixe ir…  

Afinal, quantas vezes você se viu fazendo coisas que hoje você diz:

 – Nossaaaa nunca mais! Ou Eu nunca!

Legal, mas você precisou da experiência…  então, agradece! 

A escolha sempre é sua.

Gratidão!!! Nos vemos em alguma conexão ;-)7

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s